Logo

Básico II – Desenvolvimento da Linguagem Fotográfica

Depois de aprenderem a pensar fotograficamente e a se libertarem dos automatismos da câmera fotográfica no curso Básico I, os alunos serão estimulados no Módulo II a encontrar um caminho pessoal na fotografia, aprofundando a técnica e linguagem.

O curso inclui três saídas práticas com orientação do professor, sendo uma noturna.

OBS: As saídas práticas das turmas noturnas são realizadas durante os finais de semana a partir de combinações prévias feitas com o professor em aula.

Professores: Alex Krusemark / Analucia Limp / Caroline Valansi / Claudia Tavares / Daniela Dacorso / Fabio SeixoGuito Moreto / Leonardo Ramadinha / Leandro PimentelMaria Elisa Franco / Marian StarostaMarco Antonio Portela / Victor Naine

Carga horária

27h30

Pré-requisito

Ter feito o Curso Básico Módulo I ou aplicação de questionário de nivelamento.

Equipamento e material necessário

Possuir uma câmera analógica ou digital que permita o controle manual de diafragma, obturador e foco. Para as aulas práticas, os alunos que não possuem câmera poderão reservar um equipamento na secretaria do Ateliê.

Objetivo

Por meio do conhecimento das especificidades dos equipamentos, materiais e acessórios analógicos e digitais, e da experiência prática, os participantes irão aprimorar sua fluência, autonomia e segurança do ato de fotografar. O curso também apresentará diversos trabalhos de fotógrafos renomados e diferentes abordagens da fotografia moderna e contemporânea, alargando assim o repertório estético e conceitual dos que pretendem seguir o aprendizado na fotografia e desenvolver projetos.

Ementa completa

Aula 1: Revisão e aprofundamento das noções técnicas introduzidas no Módulo 1 a partir das dúvidas dos alunos. Apresentação de trabalhos de fotógrafos brasileiros e internacionais.

Aula 2: O QUE EU VEJO NÃO SAI NA IMPRESSÃO! | TRATAMENTO DIGITAL BÁSICO
Calibragem básica de monitor. Workflow: o caminho da câmera digital até o laboratório de impressão. Apresentação das vantagens e desvantagens dos arquivos RAW; quando usar Adobe Câmera Raw. Modos de Cor: RGB, SRGB, Adobe RGB. Preparação de arquivos para impressão em minilab; criação de folhas de contato (index); organização (como guardar e organizar os arquivos).

Como os filmes p&b vêem as cores. Variedade de filmes disponíveis e suas características. Filtragem específica para p&b. Puxadas e rebaixadas. Filmes infravermelhos p&b. Como trabalhar o p&b digitalmente (grayscale / desaturação /opção p&b /camadas de tratamento). Ajustes da imagem, tais como níveis, brilho, contraste. Apresentação de mestres da fotografia p&b.

Exercício individual a ser desenvolvido: processar 1 filme p&b e trazer prova-contato; ou fotografar com câmera digital com o tema Auto-retrato e intimidade.

Aula 3: AULA PRÁTICA P&B EM EXTERNA com tema/desafio proposto pelo professor (sugestões: Natureza, Arquitetura ou Retrato)

Aula 4: “VIVÊNCIA” NO LABORATÓRIO P&B
Uma passagem pelo laboratório p&b, com apresentação dos equipamentos disponíveis e dos processos básicos de revelação de filme e papel. Experimentação do processo de construção de um fotograma coletivo ou cópia de um negativo em papel fotográfico para entendimento do fluxo de trabalho dentro do laboratório.

Aula 5: ANÁLISE DA PRÁTICA COLETIVA EM P&B, DO FOTOGRAMA COLETIVO E DO EXERCíCIO INDIVIDUAL

Aula 6: FOTOGRAFIA COLORIDA | USOS DO FLASH EMBUTIDO
Tipos de filmes: positivo e negativo. Processos de revelação específicos e processo cruzado (cross processing). Puxadas e rebaixadas. Filtragem corretiva. Como operar filtragem cor com equipamento digital. Ajustes da imagem, tais como níveis, brilho, contraste, saturação em altas e baixas luzes. Apresentação de mestres da fotografia cor.
Flash embutido | Equilíbrio do flash com a luz ambiente. Como melhorar a performance do flash embutido

Aula 7: AULA PRÁTICA EXTERNA EM COR Exercício individual: Trabalhar a composição na fotografia colorida segundo alguma das possibilidades:
. quando a cor conduz a imagem, ex. Walter Firmo
. quando a atmosfera conduz a imagem, ex. Miguel Rio Branco, AC Junior ou João Castilho
. quando o conceito conduz a imagem, ex. Martin Parr e Marcos Lópes (“o kitsch” nas sociedades inglesa e argentina, respectivamente).

Aula 8: ANÁLISE DA PRÁTICA COLETIVA EM COR

Aula 9: FOTOGRAFIA NOTURNA/ IMAGEM FIXA E IMAGEM EM MOVIMENTO + EDIÇÃO DE IMAGENS Mestres e dicas para fotografia noturna / Usos híbridos das imagens técnicas (fotografia, vídeo, cinema, animação, dispositivos móveis etc.)
- apresentar contatos Magnum + video Contatos (WIlliam Klein) e trabalhar a questão da edição das imagens

Aula 10: SAÍDA PRÁTICA NOTURNA

Aula 11: ANÁLISE DA SAÍDA, APRESENTAÇÃO DOS ENSAIOS FINAIS E FECHAMENTO DO CURSO.